Apresentação do PowerPoint

Apresentação do PowerPoint

BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) 1 - Diferentes projetos republicanos: Repblica Positivista: centralizao poltica nas mos do presidente. Postura predominante entre os militares. Prevaleceu entre 1889 e 1894, durante a chamada Repblica da Espada. Repblica Liberal: federalismo descentralizado com grande autonomia para os estados. Postura predominante entre os cafeicultores paulistas. Prevaleceu entre 1894 e 1930, durante a chamada Repblica Oligrquica.

BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) 2 - Repblica da Espada (1889 1894): Governo Mal. Deodoro da Fonseca (1889 1891): Fase provisria: Cancelamento de instituies imperiais e Decretos Republicanos Separao entre Igreja e Estado (criao do casamento civil). MAL. DEODORO DA FONSECA

BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) A constituio (1891): Repblica Federativa com autonomia para os estados. 3 poderes: executivo, legislativo (bicameral) e judicirio. Voto universal masculino (excluindo-se mulheres, menores de 21 anos, analfabetos, mendigos, padres e soldados) Voto Aberto , Eleies Diretas A Constituinte elege indiretamente o primeiro Presidente Pres. Gen. Deodoro da Fonseca, Vice Gen. Floriano - Encilhamento

(Rui Barbosa): Grave crise Financeira e Econmica Emisso monetria- Linhas de crdito-Industrializao Conseqncias crise econmica, inflao, especulao financeira. Pequeno surto Industrial BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) O governo Mal. Floriano Peixoto (1891-1894):

Atritos entre o presidente e o parlamento desejosos de maior descentralizao poltica). Deodoro Renuncia Assume o vice-presidente Consolidador da Repblica (apelidado de Mal. de Ferro devido a firmeza de suas atitudes em relao a seus opositores); Inconstitucionalidade do governo Reforma compulsria dos generais, com apoio dos cafeicultores Levantes Armados contra o Governo BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930)

Revolta da Armada (RJ 1893):Alm. Cusddio de Melo e Saldalha da Gama - a marinha se ope ao presidente e ameaa bombardear o Rio de Janeiro. Vitria dos Florianistas no Desterro ( atual Florianpolis) BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Revoluo Federalista ou Degola (RS 1893 1895) PRR Jlio de Castilhos: Governador do Estado castilhistas ou pica-paus, defensores de uma repblica positivista ultra-centralizada.Apoio de Floriano Peixoto

X PF Gaspar Silveira Martins: maragatos, defensores de maior autonomia para o poder legislativo e descentralizao poltica. Com a vitria do PRR os Positivistas dominaram o RS entre 1895 a 1930 , com Borges de Medeiros e posterioemente Getlio Vargas BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930)

3 - Repblica Oligrquica (1894 1930): OLIGARQUIA = Governo de poucos. Estrutura Poltica: Poltica do Caf-com-leite: Oligarquias de SP e MG (as duas mais poderosas do pas) alternavam-se na presidncia da Repblica. Oligarquias menos expressivas apoiavam o acordo em troca de cargos ou ministrios, como por exemplo o RS, BA, RJ, entre outros. Poltica dos Governadores: acordo firmado entre o presidente ( governo de Campos Sales 1898 1902) e os governadores estaduais que previa o apoio mtuo e a no interferncia de ambos em seus governos..

BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Fraudes eleitorais ou manipulao de resultados: Coronelismo: Coronel era o nome pelo qual os latifundirios eram conhecidos. Usavam seu prestgio pessoal para arregimentar votos . Quanto maior o curral eleitoral do coronel, maior o seu poder

Clientelismo voto em troca de pequenos favores ou presentes. Voto de Cabresto voto a partir de intimidaes pessoais. Fraude Eleitoral - Manipulao de dados com votos repetidos e/ou criao de eleitores fantasmas. Degola poltica em caso de vitria de opositores: no reconhecimento e titulao da vitria por parte da Comisso Verificadora de Poderes. BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) BRASIL REPBLICA (1889 )

REPBLICA VELHA (1889 1930) 6 - Conflitos sociais: Movimentos Messinicos: Lderes religiosos. Guerra de Canudos (BA 1896 1897): Antnio Conselheiro (lder). Causas: misria crnica da populao nordestina, m distribuio de terras, descaso com o trabalhador rural, seca, aumento de impostos, separao entre religio e Estado decorrente da proclamao da Repblica. Camponeses seguem Antnio Conselheiro, formando o Arraial de Canudos (ou Arraial do Belo Monte), no interior da BA.

BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Comunidade forma um Estado paralelo a Repblica. Governo republicano + Coronis + Igreja unem-se contra Canudos. Campanha de difamao contra Canudos atinge os

principais jornais da capital, associando Canudos ao retorno da monarquia. Aps 4 expedies militares, Canudos massacrada. Fonte bibliogrfica freqentemente citada: Os Sertes Euclides da Cunha. BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) BRASIL REPBLICA (1889 )

REPBLICA VELHA (1889 1930) Guerra do Contestado (SC/PR 1912 1916): Jos Maria (lder). Causas: explorao de camponeses, concesso de terras e benefcios para empresas inglesas e americanas que provocaram a expulso e marginalizao de pequenos camponeses. Origem do nome: regio contestada entre os estados de Santa Catarina e Paran. Assim como Canudos, os participantes foram violentamente massacrados.

BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) A GUERRA DO CONTESTADO: BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Banditismo Social ou Cangao (NE 1890 1940): Bandos armados que percorriam o interior nordestino sobrevivendo de delitos. Principais bandos: Lampio e Curisco.

Causas: misria crnica da populao nordestina, seca, m distribuio de terras, descaso do Estado e dos coronis para com os mais pobres, violncia. Mito do Robin Hood. BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Os cangaceiros foram perseguidos pela polcia volante e exterminados um a um. Eram os nicos que despertavam medo nos coronis, justamente por no terem perspectiva de melhorar sua condio e portanto no precisar temer o desrespeito das leis

vigentes LAMPIO BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Revolta da Vacina (RJ 1904): Projeto de modernizao do RJ (Presidente Rodrigues Alves). Destruio de cortios e favelas, ampliao das avenidas, construo de novos prdios inspirando-se em Paris. Expulso de comunidades pobres das regies centrais, inflao, alta

do custo de vida. Vacinao obrigatria contra a varola (Oswaldo Cruz) desencadeia conflito. BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Reestruturao urbana no Rio de Janeiro 1904 BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930)

Represso do governo. Sem maiores conseqncias. BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Revolta dos Marinheiros ou Revolta da Chibata (RJ 1910): Joo Cndido (lder),Almirante Negro Causas: maus tratos, baixos soldos, pssima alimentao e castigos corporais (como a chibata ) Marinheiros tomam 2 navios e ameaam

bombardear o Rio caso continuassem os castigos na marinha. Governo promete atender as reivindicaes e solicita que marinheiros se entregassem. Envolvidos foram presos e mortos. Joo Cndido sobrevive mas expulso da marinha . BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Movimento operrio:

Causas: ampla explorao dos trabalhadores urbanos das fbricas e ausncia de legislao trabalhista que amparasse os trabalhadores At a dcada de 20 predomnio de imigrantes italianos de ideologia anarquista. A partir de 1922 o principal instrumento de luta operria foi o PCB, que tenta organizar os operrios. Postura do governo em relao ao movimento operrio: represso (caso de polcia). A partir de 1930 - Era Vargas Sindicalismo Atrelado BRASIL REPBLICA (1889 )

REPBLICA VELHA (1889 1930) A Semana de Arte Moderna (SP fev/1922): Crtica aos padres artsticos e literrios formais (mtrica, rima, saudosismo, sentimentalismo). Paulicia Desvairada OSWALD DE ANDRADE: primeira obra modernista. Principais representantes: Oswald de Andrade, Mrio de Andrade, Manuel Bandeira, Menotti del Picchia (literatura), Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti (pintura), Villa-Lobos (msica), Vitor Brecheret (escultura).

BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) O Tenentismo: Movimento da baixa oficialidade do exrcito (tenentes e capites). Classe mdia urbana e letrada. Contra o poder central das oligarquias. Objetivos: moralizao poltica (voto secreto, fim das fraudes, afastamento do controle oligrquico), ensino obrigatrio, centralizao positivista. Programa elitista para o povo, mas sem o povo. Consideravam-se a salvao nacional.

BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Revolta do Forte de Copacabana ou os 18 do Forte (RJ 1922): Contra a posse do presidente Arthur Bernardes (1922).

Movimento fracassou, mas 18 integrantes (sendo um civil) marcharam em Copacabana contra uma tropa do governo de mais de 3 mil homens. Sobreviveram ao gesto suicida dois tenentes: Siqueira Campos e Eduardo Gomes. BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930) Coluna Prestes (1924 1926): Lder: Lus Carlos Prestes (o Cavaleiro da

Esperana). Marcha pelo interior do Brasil tentando debilitar o governo de Arthur Bernardes e conseguindo mais adeptos para a causa tenentista. Carter social mais amplo: alguns mencionavam o desejo pelo voto feminino e pela reforma agrria. Fracassou. Seus integrantes se exilaram na Bolvia. Alguns retornaram ao Brasil posteriormente. BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930)

6. O fim da Repblica Velha: Manifestaes de diversos setores abalam o poder do governo. Movimento operrio. Movimento tenentista. A Revoluo de 30 Crise de 29 abala poder econmico dos cafeicultores. Rompimento do pacto do caf-com-leite: era a vez de MG indicar o candidato, porm, SP indica o paulista Jlio Prestes para a sucesso do presidente Washington Lus. BRASIL REPBLICA (1889 )

REPBLICA VELHA (1889 1930) MG + RS + PB formam a ALIANA LIBERAL com os candidatos Getlio Vargas (RS) e Joo Pessoa (PB) para presidente e vice, respectivamente. Aliana liberal recebe apoio de alguns tenentes e classe mdia urbana, alm de vrias outras oligarquias dissidentes. Jlio Prestes vence eleio fraudulenta. Protestos contra o resultado das urnas tomam conta do pas. BRASIL REPBLICA (1889 ) REPBLICA VELHA (1889 1930)

Joo Pessoa assassinado na PB. Agitao popular aumenta. Exrcito resolve depor o ento presidente Washington Lus antes mesmo da posse de Jlio Prestes e entregar a presidncia ao comandante em chefe da revolta, Getlio Vargas.

Recently Viewed Presentations

  • 48x36 Poster Template - Bucknell University

    48x36 Poster Template - Bucknell University

    The Sato-Tate conjecture claims that these angles are distributed as such: where We consider the previously defined form delta of weight 12. Using SAGE we compute its coefficients and find the corresponding angles. Then we can verify the Sato-Tate conjecture...
  • Investigation and Experimentation The Scientific Method, Lab Equipment,

    Investigation and Experimentation The Scientific Method, Lab Equipment,

    ? ft 78 cm. 1 ft = 12 in 1 in = 2.5 cm. Example #3: Convert 78 centimeters to feet. Multiply it by the . 1st conversion . factor. as a fraction. Put the units that you are getting...
  • Chapter 4

    Chapter 4

    Subjective probability. Uses a probability value based on an educated guess or estimate. Guesses are based on a person's experience and evaluation of a solution. All three types of probability (classical, empirical, subjective) are used to solve a variety of...
  • Chapter 5 Biological Explanations - Pearson

    Chapter 5 Biological Explanations - Pearson

    Positivistic Biological predisposition with environmental influences "born criminal" Environment and genetic > neurochemical > behaviour Another chapter done… Biological Explanations "Heredity is one of the reasons that parents with problems often have children with problems" J. Harris 98:294 Quick facts…
  • Presentazione standard di PowerPoint

    Presentazione standard di PowerPoint

    From a CCP/CSD - centered. to a DL-service provider . centered. monopoly?? Focus on market structureimplications - the financial post trading case (4) Issues for competition & prudentialregulators are different in more concentrated, wholesalesystems. governance (risks. of . price /
  • Master Set of CEBM Slides: July 1996

    Master Set of CEBM Slides: July 1996

    Performed an empirical study on a busy in-patient service on the general medicine in-patient service of the Nuffield Department of Medicine at the Oxford-Radcliffe NHS Hospital Trust ("The John Radcliffe") all our admissions arise from urgent referral from local GPs...
  • Modern & Smart Materials Modern Material A MODERN

    Modern & Smart Materials Modern Material A MODERN

    Micro fibres. Extremely fine synthetic fibres, mainly polyester and polyamide. They are very lightweight, Soft and drape well. Used for a variety of clothing products. Often blended with natural fibres to give high performance fabrics for outdoor and sports use....
  • Parts of the Computer

    Parts of the Computer

    Parts of the Computer By: Olivia Krause Kaplan Elementary / Summer 2006 Monitor A monitor is the computer screen you look at and work on A monitor looks like a TV. Monitor ON Button The monitor ON button is the...